Publicado em 09/02/2019 às 17h00.

CEO do Flamengo cita ‘picos de energia’ e diz que incêndio foi ‘acidente’

Reinaldo Belotti, que também é coordenador do gabinete de crise criado pelo clube, fez o primeiro pronunciamento oficial

Redação
Foto: Reprodução/Globo News
Foto: Reprodução/Globo News

 

Em pronunciamento na tarde deste sábado (9), o CEO do Flamengo, Reinaldo Belotti, minimizou a ausência do alvará para funcionamento do CT Ninho do Urubu, onde um incêndio vitimou dez jovens das categorias na sexta-feira (9).

Para o dirigente, picos de energia após o temporal no Rio de Janeiro causaram a tragédia.

“Alvarás e multas não têm nada a ver com o incêndio que ocorreu. Trabalhados de forma árdua em busca das licenças. Precisávamos de nove certificados para obter o alvará, já temos oito. Estamos em contato permanente com o Corpo de Bombeiros”, afirmou Belotti, segundo o portal UOL.

“A verdade é que aconteceu um acidente trágico. Não foi por falta de investimentos e nem de cuidados do Flamengo. Eles eram o nosso maior ativo, o nosso futuro e prezamos muito por isso. Não poupamos esforços em dar o melhor para o nosso pessoal”, completou.

Segundo o cartola, as chuvas na capital fluminense foram determinantes para o incêndio. Ele diz que a perícia inicial do Corpo de Bombeiros aponta para o início das chamas em um aparelho de ar-condicionado.

“Esses atletas estavam de férias, e fizemos uma manutenção em todos os sistemas de ar-condicionado. Temos registrado. Nesta semana se abateu no Rio de Janeiro praticamente um furacão. A região de Vargem Grande foi muito atingida. O que sabemos é que entre a noite de quinta (7) e o meio-dia de sexta-feira (8) aconteceram vários picos de energia. Fomos vítimas disso, inclusive, na reunião que fizemos lá após o incêndio. A perícia do Corpo de Bombeiros nos disse que o problema começou no ar-condicionado. E ninguém sabe porque aconteceu lá. Os aparelhos estavam em perfeita ordem. A suposição existente é a de que os picos de energia tenham influenciado no funcionamento regular e ocasionado o incêndio”, disse.

PUBLICIDADE