Publicado em 13/04/2016 às 18h08.

Com arbitragem polêmica, Atlético elimina Barça na UCL

No outro jogo da semifinal, Bayern empatou com o Benfica e eliminou o time português

Redação
Reprodução: Uefa
Reprodução: Uefa

 

Invicto por 39 jogos, o Barcelona parecia imbatível na caminhada rumo aos títulos do Espanhol e da Liga dos Campeões. Em apenas 11 dias, o barco naufragou. Numa atuação irreconhecível do trio MSN – Messi, Neymar e Suárez –, o Barça perdeu do Atlético de Madrid por 2 a 0 nesta quarta-feira no Vicente Calderón e viu o rival avançar às semifinais da principal competição europeia. Desde 2008, é só a segunda eliminação dos catalães antes das semifinais da Liga. A de 2014 também foi para o Atlético nas quartas.

O Barcelona ainda vai reclamar muito da eliminação, porque aos 45 minutos o árbitro italiano Nicola Rizzoli, que apitou a final da última Copa do Mundo, deixou de dar um pênalti quando Gabi desviou com a mão um passe dentro da área – o juiz errou e marcou falta fora. O Atlético pode se defender com a alegação de que Iniesta, que tentava a jogada, não poderia estar em campo. Deveria ter sido expulso no pênalti que fez pouco antes, aos 40, também colocando a mão na bola dentro da área. Ambos só receberam o amarelo. Os dois gols do clube madrilenho foram marcados pelo atacante Griezmann. O primeiro aos 35 minutos. Saúl cruzou de trivela, na cabeça de Griezmann. No primeiro pau, o francês virou bem o corpo e cabeceou sem chances para Ter Stegen. Um lance perfeito para abrir o placar.

O segundo veio em um lance polêmico. Aos 41 minutos, Iniesta cortou com a mão, de forma proposital, o passe de Filipe Luis para Griezmann dentro da área – o brasileiro havia dado um rolinho em Piqué na jogada. O pênalti deveria ter sido punido com o vermelho. Não foi, mas valeu o segundo gol do Atlético, o segundo de Griezmann. Ter Stegen acertou o canto, mas não pegou a bola.

Benfica x Bayern – Surpreendente no jogo de ida, o Benfica voltou a assustar o Bayern de Munique nesta quarta-feira, desta vez em Lisboa. Abriu o placar no primeiro tempo e mostrava disposição de sobra. No entanto, não resistiu aos contra-ataques do time alemão e levou a virada. Ainda buscou o empate no fim, por 2 a 2, com belo gol de Anderson Talisca, mas não foi o suficiente para avançar na Liga dos Campeões.

A vaga ficou com o Bayern de Munique, mais uma vez na semifinal da principal competição de clubes da Europa. O time alemão, que vencera na ida por 1 a 0, terá a companhia do Manchester City, Real Madrid e Atlético de Madrid, grande surpresa deste mata-mata, ao eliminar o atual campeão Barcelona. Os quatro classificados agora aguardam sorteio de sexta-feira que vai definir os confrontos das semifinais.

PUBLICIDADE