Publicado em 21/08/2019 às 11h40.

Embasa corta água do Vitória por falta de pagamento

Presidente do clube, Paulo Carneiro diz, no entanto, que dívida é anterior à gestão dele e que a suspensão não afeta trabalho

Redação
Foto: Maurícia da Matta/ EC Vitória
Foto: Maurícia da Matta/ EC Vitória

 

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) suspendeu o fornecimento de água de todas as instalações do Esporte Clube Vitória, no bairro de Canabrava, em Salvador, por falta de pagamento. 

De acordo com o portal globoesporte.com, a informação foi confirmada através de nota pela Embasa e por um funcionário do clube, que preferiu não se identificar.

Ainda segundo a matéria, o presidente do Vitória, Paulo Carneiro, afirmou, por meio de um áudio divulgado na internet, que a dívida com a Embasa é anterior à gestão dele. Carneiro garantiu que o corte não afeta o andamento do trabalho, pois o clube conta com um poço artesiano que fornece água para toda a instalação.

“Hoje o Vitória não precisa mais da Embasa, temos bomba suficiente e toda a circulação de água está entroncada em todos os compartimentos do clube. Isso já é para evitar a conversinha fiada dos vagabundos. E essa notícia saiu da própria Embasa, viu? Então os senhores já sabem que os vagabundos estão na Embasa também. São vagabundos da Embasa. E que aqui no Vitória não entram mais”, disse.

Rebaixado para a Série B, o Vitória atravessa um momento financeiro delicado e alguns jogadores têm pendência financeira com o clube. O técnico Cláudio Tencati, demitido em maio deste ano, por exemplo, negocia o valor da multa rescisória e continua registrado no BID da CBF como treinador do time.

PUBLICIDADE