Publicado em 22/10/2019 às 07h56.

‘Jogo equilibrado’, diz Roger sobre derrota do Bahia para Ceará

"Uma partida equilibrada, que três bolas paradas, duas a favor do nosso adversário e uma a nosso favor, que definiram o jogo", disse

Redação
Foto: Reprodução / Premiere
Foto: Reprodução / Premiere

 

O técnico do Bahia, Roger Machado, disse em entrevista coletiva para os jornalistas, após a derrota de 2 a 1, no estádio de Pituaçu, na segunda-feira (21), pelo Campeonato Brasileiro, que o jogo foi equilibrado.

“Uma partida equilibrada, que três bolas paradas, duas a favor do nosso adversário e uma a nosso favor, que definiram o jogo. Nós treinamos aqui na véspera do jogo, sabia que o campo não ia permitir que o campo fizesse um jogo diferente. A bola constantemente viva pela irregularidade do gramado. O gol saiu com movimentações e modificações que a gente fez. Porém, depois do gol, talvez cansado de batalhar pelo gol, o Ceará nos empurrou um pouco, e a gente aceitou um pouco essa condição, e começaram as bolas paradas, entre elas, as dos dois gols. Uma delas nitidamente não bateu em ninguém, mas o árbitro decidiu bater no peito e assumir. Bem batidas as faltas do adversário”, destacou.

“Pode (tomar gols de bola aérea), porque sofreu. Não deve. O adversário tinha uma bola parada boa. Nós não temos tomado gol de bola parada. Vínhamos controlamos bem sempre. Mas, posicionamento, orientação, para saber o que aconteceu. Sem tirar o mérito do adversário. Bateu bem, o atleta com a bola no ponto alto, cabeceou direto para o gol. Fazer ajustes de posicionamento para não correr risco novamente. O adversário bateu bem. Mais que isso, não posso dizer que foi falha completa defensiva, porque tem mérito do adversário também”, acrescentou.

PUBLICIDADE