Publicado em 02/05/2016 às 18h50.

Leicester City conquista o título inglês após empate em clássico londrino

Empate por 2 a 2 entre Chelsea e Tottenham, dão título antecipado aos Foxes, concretizando a grande surpresa do futebol mundial na temporada

Fernando Valverde
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

 

History has been made ou a história foi feita. Em um conto de fadas que parecia ter data pra acabar, o mundo teve que se render à encantadora cruzada de Claudio Ranieri e seus comandados em busca do improvável título inglês. Um time que brigava contra o rebaixamento na temporada anterior, que teve um técnico desacreditado pelos péssimos trabalhos recentes e um artilheiro que era metalúrgico e pensava em desistir do futebol, há apenas cinco anos.

Todos esses elementos contribuíram para criar o roteiro da história de futebol da década. Na liga mais poderosa do mundo, o Leicester City surpreendeu e se impôs frente aos clubes mais ricos do planeta para faturar o título do Campeonato Inglês.

O título não veio em campo. Os jogadores se reuniram na casa do atacante Jamie Vardy e fizeram a festa, assistindo pela televisão ao empate por 2 a 2 no clássico entre Chelsea e Tottenham, nesta segunda-feira (2), em Stanford Bridge. O Tottenham, que também surpreendeu e fez uma brilhante campanha,  precisava da vitória para evitar a festa antecipada do pequeno que encantou o mundo na temporada.

O clássico londrino foi quente o tempo todo e contou com várias discussões e jogadas ríspidas, a ponto de metade do time do Tottenham ter recebido cartão amarelo. Ainda sonhando com o título, o Tottenham abriu 2 a 0, gols de Kane e Son, no primeiro tempo e acabou levando o empate no fim. Cahill marcou aos 13 do segundo tempo e Hazard, num golaço, deu o título de bandeja para o Leicester, que chegou aos 77 pontos e não pode mais ser alcançado pelo Tottenham, que estacionou nos 70, faltando duas rodadas.

História – O título é o primeiro do Leicester na elite do futebol inglês. O clube, um dos mais antigos da Grã-Bretanha, sempre viveu na gangorra entre a primeira e a segunda divisões, ainda que tenha ganho a Copa da Liga em 1963-64, em 1996-97 e em 1999-2000. Na temporada 2003-04, foi rebaixado para passar uma década inteira longe da elite. O retorno para a Premier League aconteceu só em 2014.

No ano passado, o time quase caiu, fechando o Campeonato Inglês no 14.º lugar, tendo passado mais da metade do campeonato na zona de rebaixamento e arrancando na parte final. Nesta temporada, sob o comando do pouco cotado Cláudio Ranieri, a ideia era fugir do rebaixamento. Se, no fim do primeiro turno, a liderança parecia coisa de ocasião, um conto de fadas que logo seria confrontado com a realidade, ao longo do segundo turno o Leicester foi se consolidando como melhor time do campeonato. Concretizando o improvável e, mais uma vez, demonstrando porque o futebol é tão apaixonante.

PUBLICIDADE