Publicado em 10/10/2019 às 09h50.

Membros da Bamor são presos acusados de jogarem bomba em torcedores do São Paulo

Adultos e crianças ficaram feridos no ato, cometido antes da partida ter início

Redação
Foto: Marcelo Malaquias/ EC Bahia
Foto: Marcelo Malaquias/ EC Bahia

 

Membros da maior torcida organizada do Bahia, a Bamor, se envolveram em uma confusão generalizada nesta quarta-feira (9), antes do jogo contra o São Paulo.

Eles estão sendo acusados de terem lançado um artefato explosivo em direção a torcedores do São Paulo que entravam pelo portão da torcida visitante.

Segundo o Globo Esporte, a polícia confirmou que sete pessoas ficaram feridas pelos estilhaços, incluindo três crianças. A equipe médica que fica no estádio informou, no entanto, que foram dois adultos e três crianças feridas.

Dois membros da Bamor foram presos. O presidente da organizada, Luciano Venâncio, foi conduzido a prestar depoimento.

Nas redes sociais da Bamor, torcedores do Bahia criticaram a postura da organizada. “Eu fico me perguntando se vocês tem real noção do tamanho de vocês?”, perguntou um. Outro falou: “Mais uma vez prejudicaram o Bahia. Tomara que peguem um ano de suspensão. Não aprendem mesmo”.

PUBLICIDADE