Publicado em 10/08/2020 às 11h13.

MP do Paraguai pede US$ 200 mil a Ronaldinho Gaúcho

Ex-jogador e irmão estão presos no Paraguai

Redação

Foto: divulgação MP do Paraguai

 

O Ministério Público do Paraguai encerrou na sexta-feira as(7) investigações de uso de documento falso pelo ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e pede que a Justiça o condene ao pagamento de uma multa de US$ 90 mil, em reparação ao crime. A informação é da coluna de Guilherme Amado, da revista Época.

Os promotores também pediram que a Justiça condene Roberto de Assis Moreira, irmão de Ronaldinho e detido com ele, a pagar US$ 110 mil.

O valor pago em fiança pelos dois seria devolvido.

Pelo acordo proposto pelo MP paraguaio, o processo dos dois seria suspenso diante do pagamento dessas multas. Os valores seriam a caráter de reparação de danos.