Publicado em 06/12/2019 às 16h06.

Baianos acreditam na transformação por meio do trabalho voluntário

Pesquisa do IBOPE mostra que 81,5% dos baianos reconhecem a importância dos projetos para a sociedade

Redação
Foto: Programa VOA
Foto: Programa VOA

 

Uma pesquisa feita pelo IBOPE Inteligência aponta que 81,5% dos baianos reconhecem a importância dos voluntários para o trabalho das organizações sociais.

O estudo, realizado a pedido da Ambev com internautas baianos, mostra que apesar do reconhecimento, apenas 15,5% dos baianos afirmam contribuir com tempo de voluntariado em alguma organização social, mesmo tendo o número de pessoas que acreditam na eficácia do trabalho voluntário social alto, 78,5%.

Na Bahia, a cervejaria atua com o programa VOA, criado para compartilhar com organizações sociais as ferramentas de gestão da companhia. Com atuação em três ONGs baianas, Obras Sociais Irmã Dulce, Cipó – Comunicação Interativa e Clara Amizade, o projeto atua com o objetivo de ajudar essas organizações a se estruturaram melhor e, assim, ampliarem seu impacto positivo na sociedade.

Criado em 2018, o VOA em seu primeiro ano de atuação deu consultoria a 185 organizações sociais de todo o Brasil, selecionadas entre quase 2 mil inscritas. Em 2019, 71 novas organizações se juntaram ao programa, ampliando o seu impacto para mais de 5 milhões de pessoas nas comunidades em que essas organizações atuam.

“Mais do que compartilhar nossos conhecimentos em gestão, também ajudamos novos voluntários em todo o Brasil a apoiarem as organizações e defenderem as causas com que se identifiquem. Assim, todo mundo vai ser parte da mudança que quer ver”, comenta Carlos Pignatari, gerente de Impacto Social na Cervejaria Ambev.

A cervejaria disponibiliza vagas de voluntariado nas organizações sociais participantes para os consumidores, por meio do site www.ambev.com.br/voa/.