Publicado em 25/01/2016 às 20h40.

Ataques suicidas deixam pelo menos 28 mortos em Camarões

No ano passado militantes islâmicos começaram a aumentar os ataques em Camarões, Níger e Chad, países que contribuem para o combate ao Boko Haram

Agência Estado

Quatro homens-bomba deixaram pelo menos 28 mortos e 65 feridos em uma cidade na região norte de Camarões, perto da fronteira com a Nigéria. Dois suicidas atacaram um mercado em Bodo e dois outros detonaram os explosivos no centro da cidade, segundo o governador da região, Midjiyawa Bakari.

“Nós temos informações de que os quatro homens-bomba vieram da Nigéria. Estamos investigando onde eles passaram a noite antes dos ataques”, disse Bakari. Os feridos foram levados para hospitais em Kousseri.

Um comandante militar de Camarões, o general Jacob Kodji, confirmou o ataque e disse que o grupo extremista islâmico nigeriano Boko Haram é suspeito. “Nós enviamos soldados para a área para ajudar o grupo de defesa local porque fomos informados de que alguns combatentes podem ter escoltado os suicidas da Nigéria para Camarões”, afirmou.

No ano passado militantes islâmicos começaram a aumentar os ataques em Camarões, Níger e Chad, países que contribuem para o combate ao Boko Haram. O grupo já matou cerca de 20 mil pessoas e tirou 2,3 milhões de casa nos últimos seis anos, de acordo com a Anistia Internacional e as Nações Unidas.

PUBLICIDADE