Publicado em 07/03/2016 às 09h20.

Cerca de 150 refugiados da Grécia chegam à França nesta segunda

Estas chegadas elevam para aproximadamente 300 o número total de pessoas recebidas pela França no âmbito do programa europeu

Agência Brasil
Refugiados chegando (Foto Reprodução Wikipedia)
Refugiados chegando (Foto Reprodução Wikipedia)

 

Cerca de 150 refugiados que passaram por centros de registro na Grécia chegam hoje (7) à França, no âmbito do programa europeu de divisão de requerentes de asilo, informou o ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, em um artigo no jornal Liberation.

“A França é o país que acolheu, até hoje, o maior número de refugiados realocados. Cento e cinquenta e dois deles chegam nesta segunda-feira, 7, em solo francês procedentes da Grécia, e serão recebidos em centros de acolhimento para requerentes de asilo em diversas regiões francesas”, afirmou Cazeneuve.

Estas chegadas elevam para aproximadamente 300 o número total de pessoas recebidas pela França no âmbito do programa europeu, firmado em meados do ano passado. Os primeiros, oriundos da Eritreia, chegaram em novembro.

O ministro do Interior francês detalhou que a maioria dos que estão chegando hoje são sírios e iraquianos, havendo cerca de 20 famílias e alguns homens sozinhos. A França se comprometeu a acolher 30 mil refugiados em dois anos.

Cazeneuve atribuiu o lento início dos trabalhos ao fato de “os dispositivos de recepção e de distribuição de refugiados nos hot spots [centros de registro] ainda funcionarem de forma muito imperfeita”.

O ministro refutou a ideia de uma “má vontade deliberada” da França, reafirmando que o desmonte do acampamento de Calais, com milhares de migrantes que procuram chegar à Inglaterra, “não tem outro propósito senão o de abrigar pessoas em situação de grande aflição, expostas ao frio, que vivem na lama e que estão sujeitas à violência dos traficantes”.