Publicado em 30/11/2019 às 10h30.

Filha de ex-presidente do Peru sai da prisão

"Foi o acontecimento mais doloroso da minha vida", disse Keiko Fujimori ao deixar a prisão

Redação
Foto: Reprodução/ Youtube
Foto: Reprodução/ Youtube

 

A líder de oposição ao governo do Peru, Keiko Fujimori deixou a prisão na noite de sexta-feira (29), quatro dias após o Tribunal Constitucional decidir pela soltura. Ela é filha do ex-presidente Alberto Fujimori e estava presa desde outubro do ano passado acusada de corrupção.

Segundo a imprensa peruana, Keiko é acusada de ter recebido dinheiro em um esquema criminoso que envolve a empreiteira brasileira Odebrecht. As investigações do braço local da Lava Jato culminaram na prisão dos ex-presidentes Pedro Pablo Kuczynski e Ollanta Humala, além do pedido de detenção do também ex-presidente Alan García, que se matou quando policiais iriam prendê-lo.

“Foi o acontecimento mais doloroso da minha vida”, disse Keiko ao deixar a prisão.

Keiko é filha do ex-presidente Alberto Fujimori, que foi preso por corrupção e por violação dos direitos humanos, e depois solto por um indulto concedido pelo então presidente Kuczynski para tentar se manter no poder quando sofria um processo de impeachment.

 

PUBLICIDADE