Publicado em 18/02/2020 às 08h05.

Homem mais rico do mundo doa R$ 43 bilhões para combater mudanças climáticas

Fundador da Amazon, Jeff Bezos anunciou criação de fundo para financiar projetos

Redação
Foto: Arquivo Pessoa/Instagram
Foto: Arquivo Pessoa/Instagram

 

O homem mais rico do mundo decidiu criar um fundo de US$ 10 bilhões (R$ 43 bilhões) para programas de combate às mudanças climáticas. Fundador da Amazon, Jeff Bezos financiará cientistas, ativistas, organizações não lucrativas e outros grupos que atuam em defesa do meio ambiente.

De acordo com informações do O Globo, o valor doado corresponde a 7,5% da fortuna do empresário, que foi alvo de críticas e pressões ao longo dos anos justamente por não usar sua riqueza para patrocinar ações desse tipo.

“Vai ser preciso ação coletiva das grandes companhias, das pequenas companhias, dos Estados, de organizações globais e dos indivíduos”, disse.

Outros bilionários também fizeram a pauta sobre meio ambiente uma causa popular nos Estados Unidos, a exemplo de Bill Gates, Michael Bloomberg e o gestor de fundos de hedge Tom Steyer. Eles estão entre os maiores filantropistas globais dedicados à causa.

Jeff Bezos já havia feito doações para outras temáticas. Em 2018, por exemplo, lançou o fundo Day One, quando destinou US$ 2 bilhões para a educação infantil e iniciativas de moradias populares.

No ano passado, ele prometeu que a Amazon será neutra de carbono até 2040. Ele também anunciou que pretende comprar 100 mil veículos elétricos de entrega de produtos da norte-americana Rivian Automotive.

PUBLICIDADE