Publicado em 06/01/2021 às 18h56.

‘Isso não é um protesto; é uma insurreição’, afirma Joe Biden

Congresso dos EUA foi fechado após invasão de manifestantes pró Trump durante sessão que oficializará eleição

Redação
Foto: reprodução Globo News
Foto: reprodução Globo News

 

Em pronunciamento nesta quarta-feira (6), o presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, cobrou do atual ocupante da Casa Branca, Donald Trump, que peça a retirada de manifestantes que invadiram o Capitólio sede do congresso dos EUA. Acontece nesta quarta a sessão que vai homologar a eleição do democrata como novo presidente dos EUA.

“Isso não é um protesto; é uma insurreição. O mundo está assistindo’, disparou Biden. nce
‘A esta hora, nossa democracia está sob um ataque sem precedentes. Diferente de tudo que vimos nos tempos modernos’, disse presidente eleito. O democrata pediu a Trump que vá à televisão nacional “para cumprir seu juramento, defender a constituição e exigir o fim deste cerco”.

O republicano também fez pronunciamento. O atual presidente pediu para os manifestantes saírem do parlamento, mas voltou a contestar o resultado da eleição. “Conheço sua dor, tivemos uma eleição que foi roubada de nós”, declarou Trump no discurso. “Mas vocês precisam ir para casa. Precisamos ter lei e ordem.” Fonte: G1