Publicado em 08/09/2016 às 12h20.

Lochte é suspenso por dez meses por comportamento no Rio

O nadador, que possui 12 medalhas olímpicas, ficará impedido de participar do Campeonato Mundial de Natação, em Budapeste, em julho de 2017

Redação
Foto: Rio2016
Foto: Rio2016

 

O nadador americano Ryan Lochte recebeu uma suspensão de dez meses por causa do falso relato de um assalto, durante a edição da Olimpíada 2016, realizada no Rio de Janeiro. Conforme noticiaram jornais norte-americanos, nesta quinta-feira (8), a sanção foi imposta pelo Comitê Olímpico dos Estados Unidos e pela Federação Americana de Natação.

Lochte, que tem em seu currículo 12 medalhas olímpicas, ficará impedido de participar do Campeonato Mundial de Natação, em Budapeste, em julho de 2017. De acordo com publicação do jornal USA Today, James Feigen, Gunnar Bentz e Jack Conger, os outros nadadores envolvidos no escândalo, sofrerão sanções menores que não deverão ultrapassar quatro meses.

Após o escândalo, Lochte perdeu patrocínios de empresas, como a Speedo e a Ralph Lauren, e viu sua fonte de renda diminuir drasticamente. Para não ficar sem atividades e sem renda, o nadador irá participar do elenco do seriado Dancing With The Stars, um reality show.