Publicado em 28/08/2016 às 19h00.

Papa quer visitar cidades atingidas por terremoto na Itália

As quatro primeiras cidades citadas foram as que, além dos danos estruturais, registraram os mortos dessa tragédia

Ana Lucia Andrade

O papa Francisco anunciou neste domingo (28), durante a tradicional cerimônia do Ângelus, que visitará as cidades atingidas pelo forte terremoto ocorrido na Itália na última quarta-feira (24).

“Caros irmãos. Assim que for possível, também eu espero encontrá-los para levar a cada pessoa o conforto da fé e o apoio da esperança cristã. Desejo renovar a minha proximidade espiritual com os habitantes de Lazio, Marcas e da Úmbria, duramente atingidos pelo terremoto dos últimos dias. Penso, em particular, nas pessoas de Amatrice, Accumoli, Arquata e Pescara del Tronto e Norcia”, disse o líder religioso.

As quatro primeiras cidades citadas foram as que, além dos danos estruturais, registraram os mortos dessa tragédia. Em números corrigidos na manhã deste domingo pela Defesa Civil, até o momento, foram registrados 290 vítimas fatais e quase 400 feridos. Dessas mortes, 229 ocorreram em Amatrice, 11 em Accumoli e 50 em Arquata e Pescara del Tronto.

Antes de rezar a oração da Ave Maria pelas vítimas com todos os milhares de fiéis que estavam na Praça São Pedro, no Vaticano, o papa ainda afirmou que quer fazer a visita para levar seu abraço de “pai e irmão” para os sobreviventes.

O papa também destacou que só a solidariedade é capaz de fazer com que todos vençam esses “testes sofridos”. “A solicitude com a qual as autoridades, as forças de segurança, a Defesa Civil e os voluntários estão trabalhando demonstra a importância da solidariedade para superar testes assim dolorosos”.

Notícias relacionadas