Publicado em 05/11/2019 às 15h20.

Presidente do Chile anuncia que pode mudar Constituição para conter protestos

Manifestações contra o governo de Sebastián Piñera já dura há 20 dias nas ruas do país; dezenas foram mortos nos atos

Redação
Foto: José Cruz/Agência Brasil
Foto: José Cruz/Agência Brasil

 

Depois de dizer que não vai renunciar ao cargo de presidente do Chile, Sebastián Piñera admitiu estar disposto a mudar a Constituição herdada da ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990) para tentar silenciar os protestos que duram há 20 dias nas ruas do país. Pelo menos 20 pessoas foram mortas nas manifestações.

Os comentários de Piñera foram feitos durante uma entrevista à BBC, concedida após dias de silêncio. “É claro que eu vou chegar ao fim do meu governo. Fui eleito democraticamente por uma grande maioria de chilenos”, disse o presidente, em inglês, em outro momento da entrevista. E completou: “Estamos dispostos a discutir tudo, incluindo uma reforma da Constituição”.

PUBLICIDADE