Publicado em 06/09/2020 às 09h00.

Trump pede demissão de repórter e nega ter xingado soldados mortos na 1ª Guerra Mundial

‘Perdedores’ e ‘otários’, teria dito o mandatário norte-americano, segundo uma jornalista da Fox News

Redação

 

Foto: Reprodução/Youtube
Foto: Reprodução/Youtube

 

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu à emissora Fox News que demitisse a repórter que cobre temas de segurança nacional, após ela confirmar as afirmações de que o chefe da Casa Branca tenha chamado de “perdedores” e “otários” os soldados americanos mortos na Primeira Guerra Mundial. As alegações, segundo uma reportagem do site Atlantic, teriam sido realizadas durante uma visita à França para marcar os 100 anos do conflito, em 2018.

Trump publicou na sexta-feira à noite uma mensagem de repudio na rede social Twitter, afirmando que a repórter Jennifer Griffin deveria ser demitida por este tipo de matéria.

“Ela nunca nos ligou para pedir que comentássemos [o caso]”, escreveu o presidente.

Griffin informou que dois ex-funcionários do governo confirmaram que o presidente “não queria levar adiante uma cerimônia para homenagear os mortos de guerra americanos” no cemitério de Aisne-Marne, nos arredores de Paris, um evento que foi cancelado oficialmente devido ao mau tempo.

Desde a publicação da matéria do Atlantic, Trump, que concorre à reeleição este ano, tem sido alvo de duras críticas. Os comentários maldosos aos mortos da Primeira Guerra Mundial podem custar ao presidente parte do forte apoio que tem entre os veteranos.

(Com informações do jornal O Globo)