Publicado em 02/12/2020 às 15h04.

Câmara tem as contas de 2019 rejeitas por excesso de gastos

Limite de 7% do orçamento do município foi extrapolado, segundo membros da do Tribunal de Contas do Município

Redação
Foto: Portal Sul da Bahia
Foto: Portal Sul da Bahia

 

O Tribunal de Contas dos Municípios rejeitou as contas da Câmara de Jussari relativas ao exercício de 2019. Segundo os conselheiros e auditores da 1ª Câmara da Corte, foi extrapolado o limite máximo de 7% do orçamento do município nas despesas total do Legislativo.

A decisão foi proferida na sessão desta quarta-feira (02). O tribunal ressaltou, em nota, que a Câmara de Jussari teve em 2019 uma receita de R$ 824.460,60 e gastou um total de R$904.058,18.

Relator, o conselheiro Raimundo Moreira imputou ao presidente da Câmara, Paulo Roberto Cruz Soares, a multa de R$2 mil pelas irregularidades registradas no relatório técnico. Também foi determinado o ressarcimento aos cofres municipais da quantia de R$79.625,04 por não apresentar os documentos de despesa.