Publicado em 30/01/2017 às 21h20.

Festa da Purificação atrai devotos e turistas

Uma das celebrações mais tradicionais do estado, evento aquece a economia da cidade

Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

Uma das manifestações culturais mais ricas e importantes do estado, a festa de Santo Amaro da Purificação movimentou mais uma vez o turismo da cidade no fim de semana.

Com um novo formato de 12 dias, a celebração foi dividida em três momentos chave: a tradição religiosa, representada pelas novenas, a lavagem das escadarias da Igreja da Matriz que ocorreu no último domingo (29) aliada à festa profana com as filarmônicas, música e dança, além das manifestações culturais, como o Nêgo Fugido, o Maculelê, a Capoeira, a Jogada de Rede, entre outras.

Para o prefeito Flaviano Bonfim (DEM), o modelo resgatou a importância da comemoração para a cultura da Bahia. “A festa enfraqueceu porque o prefeito não conhecia a cidade, não conhecia as tradições. Agora estamos resgatando isso, trazendo para as praças as nossas manifestações culturais que ficaram esquecidas por oito anos”, afirmou o democrata.

Políticos como os deputados federais Claudio Cajado (DEM) e Antônio Brito e os parlamentares estaduais Carlos Geilson (PSDB) e Pablo Barroso (DEM) participaram do cortejo este ano.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.