Publicado em 18/01/2021 às 15h05.

Justiça determina abertura de 105 leitos de terapia intensiva no Sudoeste baiano

Sentença é resposta a ação civil pública ajuizada pela DPE-BA e pelo MPF em 2016 e determina prazo de 36 meses para cumprimento

Redação
Foto: Secretaria de Saúde da Bahia
Foto: Secretaria de Saúde da Bahia

 

A Justiça Federal determinou a construção, inauguração e habilitação de 105 leitos de terapia intensiva no Sudoeste baiano. A sentença, proferida em resposta a ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Federal e pela Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE-BA), fixa um prazo de 12 meses para que União, estado e município de Vitória da Conquista coloquem em funcionamento pelo menos 30% desse total.

A Justiça foi acionada em maio de 2016, após óbito de paciente que aguardou por 15 dias uma vaga na UTI do Hospital Geral de Vitória da Conquista. Uma investigação foi aberta e uma intervenção conjunta da DPE-BA e MPF avaliou a oferta de serviço especializado de cirurgia pediátrica cardíaca na cidade de Vitória da Conquista.

Se há um prazo para que o mínimo seja implantado, a sentença especifica também o prazo total para cumprimento da decisão: os 80 leitos de UTI adulto e 25 leitos de UTI pediátrica devem ser abertos em 36 meses.

“Nós esperamos que a efetiva instalação desses leitos garanta a todo e qualquer paciente em estado grave o suporte e tratamento intensivo para que tenham possibilidade de se recuperar”, destacou o defensor público Lúdio Rodrigues, que acompanha a ação civil pública.

O processo está em fase recursal. Mas a DPE-BA espera iniciar com o MPF o cumprimento provisório da decisão e aguardar a manifestação judicial sobre os embargos interpostos pelo município de Vitória da Conquista.