Publicado em 17/05/2022 às 20h00.

Justiça suspende eleição na Câmara de Vereadores

Para juíza, houve falta de tramitação nas comissões da Casa Legislativa

Redação
Foto: Divulgação/CMLEM
Foto: Divulgação/CMLEM

 

Foi suspensa a eleição da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores do município de Luís Eduardo Magalhães, no oeste baiano, que estava marcada para esta terça-feira (17). O mandado de segurança que determinou a suspensão, assinado pela juíza Renata Guimarães da Silva Firme, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), foi publicado nesta terça.

A decisão da juíza foi justificada pela falta de tramitação nas comissões necessárias. “É evidenciada através dos documentos colacionados que demonstram probabilidade do direito que o Projeto de Resolução 005/2022 não tramitou perante a Comissão de Obras, Administração Pública, Serviços Públicos, Urbanismo e Segurança”, pontua a magistrada.

A decisão exige ainda que a Câmara, que é presidida pelo vereador Fernando Carneiro de Araújo, preste informações em um prazo máximo de dez dias. “Assim, defiro a liminar para determinar a suspensão dos efeitos do edital de convocação para eleição de renovação da Mesa Diretora marcada para 17/05/2022. Notifique-se a autoridade impetrada do inteiro teor da presente decisão para que preste informações no prazo de 10 dias. Cientifique-se ainda o órgão de representação judicial. Decorrido o prazo para as informações, dê-se vista ao Ministério Público”, concluiu Renata Guimarães.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.