Publicado em 08/11/2019 às 13h25.

Mais de 4 mil famílias podem ter o Bolsa Família bloqueado

Caso os beneficiários não façam o acompanhamento médico, duas vezes por ano, corre o risco de perder o recurso no próximo ano

Redação

 

Foto: Reprodução/Agência Brasil
Foto: Reprodução/Agência Brasil

 

As 4.560 famílias que recebem o benefício do programa Bolsa Família devem comparecer a uma Unidade de Saúde da Família (USF) ou Unidade Básica de Saúde (UBS), até no máximo o próximo dia 5 de dezembro, para não perder o benefício. Segundo a prefeitura de Feira de Santana, a atualização do acompanhamento da saúde dos beneficiários é uma das condições para continuar com acesso aos recursos.

O secretário de Desenvolvimento Social do município (Sedeso), Pablo Roberto Gonçalves, diz que quem não comparecer para o acompanhamento da saúde poderá ter o benefício bloqueado. Ele ainda alerta que os beneficiários do Programa e seus dependentes precisam o acompanhamento de saúde, obrigatoriamente, duas vezes por ano.

As obrigatoriedades são: crianças menores de 7 anos devem ser pesadas, medidas e ter a caderneta de vacinação atualizada, além das mulheres de 14 a 44 anos também devem ser pesadas e medidas e se forem gestantes, seguir o calendário de consultas do pré-natal.

Ao todo em Feira de Santana são 53.574 beneficiários com perfil para acompanhamento obrigatório na saúde (crianças menores de 7 anos e mulheres de 14 a 44 anos). “Até o momento apenas foram acompanhados 29.532 beneficiários. Faltam ainda se apresentarem para acompanhamento de saúde em suas UBS de referência 23.075 beneficiários”, destaca o secretário.

PUBLICIDADE