Publicado em 29/11/2019 às 15h30.

PF prende hacker foragido desde 2016 por fraudes em site de concurso público

O homem fornecia dados em plataformas de "carding" na internet e tinha um mandado de prisão solicitado pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul desde de 2016

Redação
Foto: Marcelo Camargo/Arquivo Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Arquivo Agência Brasil

 

A Polícia Federal cumpriu um mandado de busca e apreensão e dois de prisão na última quarta-feira (27), em Cruz das Almas, município do recôncavo baiano. Segundo a PF, o alvo foi um hacker fraudador, que não teve o nome divulgado. O homem fornecia dados em plataformas de “carding” na internet e tinha um mandado de prisão solicitado pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul desde de 2016.

A operação Singular foi deflagrada no dia 4 de junho de 2019 pelo GRCC/SP, mas o alvo principal ainda não foi havia sido encontrado. A investigação apontou o envolvimento do preso em fraudes a concursos públicos promovidos pela Fundação Getúlio Vargas. Ele é investigado por furto mediante fraude, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

 

PUBLICIDADE