Publicado em 05/11/2019 às 17h50.

Prefeitura tem gestão financeira rejeitada pelo Tribunal de Contas dos Municípios

Prefeito Luiz Sérgio Suzart terá de ressarcir, com recursos próprios, R$ 3,5 milhões aos cofres municipais

Redação

 

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) rejeitou, nesta terça-feira (5), as contas da Prefeitura de Jequié, da responsabilidade de Luiz Sérgio Suzart Almeida, relativas ao exercício de 2017.

O gestor foi multado em R$10 mil pelas irregularidades constatadas durante a análise das contas. Além disso, foi determinado o ressarcimento de R$3.559.847,41 aos cofres municipais, com recursos pessoais.

O valor do ressarcimento é referente a processos de pagamentos não encaminhados (R$2.889.047,64); ausência de comprovação de pagamento das folhas salariais (R$188.266,95); e saída de numerário sem suporte de documento (R$482.532,82). Segundo o relator, a expressividade dos valores interfere diretamente no mérito das contas.

 

Cabe recurso à decisão.

PUBLICIDADE