Publicado em 19/10/2021 às 15h03.

Sob justificativa de queda de casos, município desobriga uso de máscara

Entretanto, o uso do equipamento de proteção segue obrigatório nas instituições de ensino das redes pública e privada

Leilane Teixeira
Foto: Ricardo Wolffenbuttel/governo de SC
Foto: Ricardo Wolffenbuttel/governo de SC

 

A prefeitura de Brumado, a 537 km de Salvador, desobrigou o uso de máscara para proteção contra a disseminação do novo coronavírus em alguns locais da cidade, conforme divulgação feita na edição desta terça-feira (19) no Diário Oficial do Município.

A publicação foi assinada  pelo prefeito Eduardo Vasconcelos (PSB) e pela secretária de Saúde, Cláudia Feres. Os gestores apontam que a medida se dá porque, desde o dia 3 de setembro, o município não registra internamentos por casos de Covid-19 e que 88,61% da população está vacinada, o que credencia a cidade a desobrigar o uso do equipamento de segurança.

“A cidade de Brumado tem 58.777 pessoas elegíveis para a vacina contra a Covid-19 (a partir de doze ano de idade), sendo que deste total 88,61% já recebeu a primeira dose e 58% a segunda dose”, informa o decreto assinado pelo prefeito Eduardo Lima, e pelo secretário municipal de Saúde, Cláudio Soares.

O uso do equipamento de proteção segue obrigatório, contudo, nas instituições de ensino das redes pública e privada de Brumado. Pessoas com sintomas gripais ou que efetivamente tenham sido diagnosticadas com a Covid-19 também terão de continuar a máscara compulsoriamente.

O novo decreto pode ser consultado clicando aqui.



Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.