Publicado em 31/05/2020 às 15h00.

A cavalo, Bolsonaro participa de mais um ato contra STF e pró-intervenção militar

Um dos investigados pela PF, deputado Douglas Garcia (PSL-SP), participou da manifestação. Ex-deputada federal Cristiane Brasil, também marcou presença

Arivaldo Silva
Foto: Reprodução Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

 

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fizeram uma manifestação na manhã de deste domingo (31), na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Em meio ao acirramento das relações entre o governo e o STF (Supremo Tribunal Federal), alguns manifestantes carregaram faixas com os dizeres “abaixo à ditadura do STF” e “intervenção militar”. Havia ainda uma bandeira pedindo “intervenção no STF”.

Em live transmitida em suas redes sociais, o presidente sobrevoou o local de helicóptero e acenou para os manifestantes. Depois que a aeronave pousou, Bolsonaro, sem usar máscara, percorreu o cercado onde se aglomeravam os manifestantes, contrariando as orientações de autoridades sanitárias para manter distanciamento social por causa do novo coronavírus. O mandatário também pegou uma criança no colo.

Imagens transmitidas pela CNN Brasil mostraram que o presidente ainda andou a cavalo durante a manifestação. Bolsonaro ficou por cerca de 25 minutos no local e dirigiu-se ao Palácio da Planalto, antes de retornar ao Palácio da Alvorada. A manifestação foi convocada por redes sociais e a concentração começou por volta das 10h. O presidente chegou ao local por volta das 12h. O uso de máscara no Distrito Federal é obrigatório como medida de prevenção contra a Covid-19.

Um dos investigados, o deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP), participou do ato na capital federal. Ele e um grupo de apoiadores, vestindo camiseta do “Movimento Conservador” entoaram um grito de ordem contra o STF. “Supremo é o povo”, bradaram.

No sábado, Bolsonaro voltou a criticar Moraes, postando um vídeo em que o ministro fala de liberdades e também afirmou que “tudo aponta para uma crise”, citando críticas à imprensa e ao STF. Ele também circulou sem máscara em eventos em Goiás. Filha de Jefferson participa de manifestações A ex-deputada federal Cristiane Brasil, filha do presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, foi outra a participar das manifestações.

“A toga não é mais forte que o fuzil”

A ex-deputada federal Cristiane Brasil, filha do presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, foi outra a participar das manifestações. Jefferson é o mais novo aliado de Bolsonaro, após movimento do Palácio do Planalto para se aproximar do bloco de partidos do Centrão, do qual o PTB faz parte, na tentativa de construir uma base aliada ao presidente da República.

Em sua conta no Twitter, Cristiane publicou uma foto exibindo sua participação nas manifestações. Ela usava uma camiseta replicando frase dita pelo seu pai contra o STF: “A toga não é mais forte que o fuzil”.