Publicado em 26/12/2017 às 13h39.

Adsumus: Ricardo Machado é preso novamente

Ex-prefeito de Santo Amaro continuou a receber propina mesmo depois de instaurada a operação, segundo as investigações

Rodrigo Daniel Silva
Foto: Mateus Pereira/Secom
Foto: Mateus Pereira/Secom

 

O ex-prefeito de Santo Amaro Ricardo Machado (PT) voltou a ser preso preventivamente nesta terça-feira (26), no âmbito da Operação Adsumus.

Segundo as investigações, o petista continuou a receber propina mesmo depois de instaurada a operação.

O ex-prefeito foi detido pela Polícia Federal e encaminhado à Superintendência do órgão, em Salvador.

Alvo da 6ª fase da operação, Machado foi preso na última semana mas liberado menos de um dia depois, após a Justiça conceder habeas corpus.

No período investigado, o Ministério Público apurou que cerca de R$ 20 milhões foram desviados pela gestão passada da prefeitura de Santo Amaro por meio da aquisição fraudada de material de construção, aluguel de máquinas e veículos, e em licitações de obras públicas.

​Por meio de colaboração premiada, homologada pelo Tribunal de Justiça da Bahia no ano de 2016, foi possível ainda descobrir novos desvios milionários através de fraudes na aquisição de combustível com a RL Derivados De Petróleo e na contratação do serviço de limpeza pública com a empresa MRC Construções, que possui atuação nos municípios de Santo Amaro e Muritiba.

Mais notícias