Publicado em 20/09/2020 às 12h00.

‘Atos antidemocráticos são meus ovos na goela’, diz Carlos sobre depoimentos à PF

Vereador do RJ e filho do presidente Jair Bolsonaro prestou depoimento na quinta-feira em inquérito

Redação
Foto: Renan Olaz/CMRJ
Foto: Renan Olaz/CMRJ

 

Filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e vereador do Rio de Janeiro pelo Republicanos, Carlos Bolsonaro utilizou suas redes sociais para atacar veículos que divulgaram seu depoimento à Polícia Federal, no âmbito do inquérito que investiga os atos antidemocráticos.

Com expressões de baixo calão, ele disse que “depoimentos sigilosos”, foram “vazados ilegalmente mais uma vez para manter uma narrativa de desgaste diário”.

“Atos antidemocráticos são meus ovos na goela de quem inventou isso! Milhares vão às ruas espontaneamente e devido à meia dúzia esculhambam toda a democracia. Tentam qualificar a vontade popular como algo temerário”, escreveu Carlos, na manhã deste domingo (20).

O inquérito que investiga a organização de atos antidemocráticos foi instaurado em abril por determinação do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes. As operações realizadas pela Polícia Federal no âmbito do inquérito tiveram como alvo congressistas ligados ao presidente Bolsonaro e militantes bolsonaristas. As informações são da Folha de S.Paulo.

Mais notícias