Publicado em 18/02/2021 às 17h28.

Audiência de custódia decide manter o deputado federal Daniel Silveira preso

Os advogados do parlamentar já aguardavam o resultado

Redação
Deputado Daniel Silveira (Foto: Câmara dos Deputados)
Deputado Daniel Silveira (Foto: Câmara dos Deputados)

 

O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) seguirá preso após a decisão do juiz Airton Vieira, em audiência de custódia realizada por videoconferência no início da tarde desta quinta-feira (18). O inquérito corre sob sigilo e está sendo acompanhado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes.

Os advogados de Silveira já esperavam esse resultado, já que o juiz atua em conjunto com o ministro Alexandre de Moraes, que foi o responsável pelo mandato de prisão.

De acordo com a legislação brasileira vigente, a prisão agora precisará ser referendada pelo plenário da Câmara dos Deputados, já que os parlamentares federais só podem ser presos em flagrante. O presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), chegou a dizer a Jair Bolsonaro que a Câmara deve confirmar a prisão de Silveira.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.