Publicado em 24/01/2020 às 10h02.

Bacelar defende três candidaturas e diz que Rui já está intervindo nas composições

Deputado propõe uma candidatura de esquerda, outra de centro e uma mais à direita

Matheus Morais
Foto: Matheus Morais/bahia.ba
Foto: Matheus Morais/bahia.ba

 

Pré-candidato a prefeito de Salvador pelo Podemos, o deputado federal Bacelar disse ao bahia.ba nesta sexta-feira (24) que está trabalhando para fazer uma possível composição com os partidos da base do governador Rui Costa (PT) ainda no 1º turno.

Para ele, o ideal é que a oposição ao prefeito ACM Neto tenha no máximo três candidatos nas eleições de outubro.

“Estamos trabalhando para que a composição seja no 1º turno. Poderemos ter três candidaturas: uma mais à esquerda, uma de centro e outra de centro-esquerda. Nós podemos contribuir, cada um com seu campo, temos diversos candidatos como Pastor Sargento Isidório, Olívia Santana, Niltinho, Angelo Coronel”, analisou.

O pré-candidato afirmou ainda que apesar do governador Rui Costa estar se recuperando de uma cirurgia na mama, ele já vem intervindo nas conversas entre os pré-candidatos. “Ele está jogando pesado, já entrou em campo”, destacou.

Bacelar criticou a liderança do prefeito de Salvador, ACM Neto, padrinho político do pré-candidato do DEM ao Palácio Thomé de Souza, Bruno Reis. “Nossa posição é mais difícil, temos que nos agrupar. Do outro lado é diferente, porque tem uma liderança autoritária e ninguém questiona”, ironizou.