Publicado em 19/06/2021 às 21h00.

Cerca de 10 mil pessoas foram às ruas em ato contra Bolsonaro, diz presidente do PT Salvador

Organizador destacou o aumento do número de manifestantes

Redação
Foto: Jonas Santos
Foto: Jonas Santos

 

No dia em que o Brasil completou 500 mil mortos por COVID-19, manifestantes foram às ruas de Salvador protestar contra o governo Bolsonaro. O ato aconteceu na tarde deste sábado (19), do Campo Grande ao Farol da Barra, com a presença de militantes de partidos de esquerda, centrais sindicais e diversos movimentos sociais.

O PT Salvador, um dos organizadores das manifestações e participante da Campanha Nacional Fora Bolsonaro na Bahia, estimou cerca de 10 mil pessoas nas ruas e destacou o aumento do número de manifestantes como uma evidência de que Salvador não quer esse governo. 

O presidente do PT Salvador, Adémario Costa, disse que Salvador registrou um aumento significativo do número de pessoas nas ruas contra Bolsonaro em relação ao ato de 29 de maio. “Está claro que os soteropolitanos não querem esse governo e irão lutar contra o crescimento de mortes por COVID-19, desemprego, violência, privatizações, insegurança alimentar, retirada de direitos e auxílio emergencial e escassez de vacinas. Continuaremos indo às ruas contra Bolsonaro e seu governo genocida”, destacou.

O ato aconteceu seguindo as orientações do ‘Guia de Disciplina e Segurança na rua’, disponibilizado pelo partido nas redes sociais, para evitar a contaminação pelo coronavírus. Fila indiana, distanciamento, uso de máscara e álcool em gel foram algumas das recomendações. Os organizadores também distribuíram máscaras PFF2 e álcool em gel.

Além de Salvador, mais 31 municípios baianos participaram das manifestações. No total, foram mais de 408 cidades em todo o Brasil exigindo vacinas para todos, auxílio emergencial de R$ 600 e manutenção da democracia. Os atos também exigem o afastamento imediato do presidente. 

Fotos: Thiago Antune
Fotos: Thiago Antune

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.