Publicado em 09/07/2020 às 14h44.

Com 15% do quadro na sede, UPB volta ao funcionamento presencial nesta quinta

Protocolo foi debatido com a prefeitura da capital; 'Se o prefeito ACM Neto entender que afeta a contaminação, voltamos a fechar', diz Eures

Adriano Villela
Foto: União dos Municípios da Bahia
Foto: divulgação UPB

 

Com cerca de 15% do quadro atendendo presencialmente, a União dos Muncípios da Bahia (UPB) reabriu nesta quinta-feira (9) o funcionamento da sede, localizada no Centro Administrativo da Bahia. Contatado pelo bahia.ba, o presidente da entidade, Eures Ribeiro (PSD), justificou o retorno com a necessidade de intensificar o assessoramento dos prefeitos, que em alguns casos precisam ser presenciais, sobretudo na área jurídica.

O presidente da UPB acrescentou que o combate à Covid-19 e a conclusão de prestação de contas dos mandatos – que se encerram este ano – reforçaram a decisão de retornar ao funcionamento na sede. “O protocolo foi discutido com a prefeitura de Salvador.Se o prefeito ACM Neto entender que afeta a contaminação, voltamos a fechar”, relatou Eures.

Dentro das medidas de prevenção a UPB instalou um túnel de desinfecção . A entidade vai fazerrealizar no máximo 10 audiências por dia, sempre agendadas previamente. Os funcionários prosseguirão no teletrabalho, em sistema de rodízo. “Cada setor terá dois trabalhadores(presenciais), geralmente são oito a nove”,relata Eures.

Combustíveis

O presidente da UPB confirmou ainda que recebeu o pedido do Sindicombustíveis para manter os postos de gasolina abertos mesmo em cidades com toque de recolher ou lockdown. Ribeiro adiantou que recomenda esta medida aos municípios, bem como um cuidado especial aos produtores de alimentos e itens essenciais.