Publicado em 01/05/2022 às 20h00.

‘Cometem erros, mas salvam muita gente’, diz Lula ao se desculpar com policiais

“Eu queria dizer que Bolsonaro só gosta de milícia”

Redação
Foto: Reprodução/Youtube
Foto: Reprodução/Youtube

 

Neste domingo (1) o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), iniciou seu discurso durante participação no ato das centrais sindicais na praça Charles Müller, em São Paulo, pedindo desculpas aos policiais por comentário durante um evento com mulheres na Brasilândia, na zona norte de São Paulo, neste sábado (30). Lula disse que o presidente Jair Bolsonaro (PL) “não gosta de gente, gosta de policial.” 

“Quando eu estava fazendo discurso, eu queria dizer que Bolsonaro só gosta de milícia, não gosta de gente, e eu falei que ele só gosta de polícia, não gosta de gente. Quero aproveitar para pedir desculpas aos policiais deste país, porque muitas vezes eles cometem erros, mas muitas vezes salvam muita gente do povo trabalhador. E temos que tratá-los como trabalhadores desse país”, disse Lula. 

O ex-presidente também usou as redes sociais para reforçar o pedido de desculpas. “Eu ontem cometi um erro quando quis dizer que Bolsonaro não gosta de gente, só de polícia. Gostaria de pedir desculpas aos profissionais da segurança. Eu que vivo pedindo que a imprensa admita seus erros contra mim, não poderia deixar de pedir desculpas pelo meu erro.” 

 

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.