Publicado em 11/08/2020 às 18h40.

‘Comportamento vergonhoso’, diz Molon sobre relatório de Bolsonaro culpando gestores

No Twitter, deputado federal pelo Rio de Janeiro, Alessandro Molon condenou postura do presidente: 'tenta mais uma vez transferir sua responsabilidade'

Arivaldo Silva
Foto: Laycer Tomaz/ Agência Camara
Foto: Laycer Tomaz/ Agência Camara

 

O deputado federal Alessandro Molon (PSB-RJ) condenou nesta terça-feira (11), o relatório enviado pelo presidente Jair Bolsonaro a parlamentares responsabilizando governadores e prefeitos pelas 100 mil mortes por Covid-19 no Brasil.

“Depois de ter sabotado as medidas de isolamento, Bolsonaro tenta mais uma vez transferir sua responsabilidade, apontando o dedo para governadores e prefeitos”, disse o parlamentar em sua conta no Twitter.

No documento, a Secretaria de Governo também apresentou o total de leitos habilitados de UTIs, de respiradores e de testes distribuídos pelo país. Segundo o governo, o objetivo do relatório é “monitorar a disseminação da Covid-19 nos Entes Federativos para auxiliar na articulação do Governo Federal”.

No entanto, o ranking produzido pelo Planalto foi interpretado como uma tentativa do governo de transferir a responsabilidade das mortes pela pandemia aos governos municipais e estaduais.

Leia aqui a íntegra do relatório