Publicado em 18/05/2021 às 06h49.

CPI da Covid: senador pede quebra de sigilo do bilionário Carlos Wizard

Alessandro Vieira (Cidadania-SE) quer apurar sobre um suposto "ministério paralelo da saúde" na defesa do uso de remédio sem eficácia e da imunidade de rebanho

Redação
Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal

 

Convocado para prestar depoimento na CPI da Covid-19 (Comissão Parlamentar de Inquérito), o empresário bolsonarista Carlos Wizard também tenha seus sigilos quebrados.

A convocação para a CPI e o pedido de quebra de sigilo do bilionário (de março até agora) foram solicitadas pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) na segunda-feira (17).

O parlamentar quer informações sobre as ligações telefônicas que Wizard fez e recebeu, além de mensagens, localização e pesquisas no Google e nas redes sociais.

Também pede dados fiscais, com rendimentos e declarações, e registros bancários, incluindo todas as contas de depósitos, poupança e outros bens, conforme informações da coluna Painel, da Folha.

Segundo o requerimento, o objetivo é analisar se houve aumento do patrimônio ou transferência de recursos para campanhas do governo. De acordo com Vieira, os registros podem indicar a participação de Wizard nas discussões do governo sobre a gestão da pandemia.

O senador diz que quer apurar sobre um suposto “ministério paralelo da saúde”, que teria envolvimento de Wizard na defesa do uso de remédio sem eficácia e da imunidade de rebanho, como cloroquina.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.