Publicado em 23/10/2019 às 18h00.

CPI das Fake News convida Joice e Delegado Waldir, além de convocar Gleisi

O colegiado convocou também outros nomes que podem causar desconforto ao governo, como os empresários Luciano Hang e Paulo Marinho

Redação
Foto: assessoria/Lídice da Mata
Foto: assessoria/Lídice da Mata

 

Foram chamados a depor na CPI das Fake News os deputados Delegado Waldir (PSL) e Joice Hasselmann, ambos do PSL, além da petista Gleisi Hoffmann, informa O Globo.

Os parlamentares do PSL não são obrigados a comparecer, já que foram convidados. Apesar disso, a aprovação do convite foi vista como uma derrota do governo Jair Bolsonaro na comissão, já que Waldir e Joice estão em guerra contra o grupo bolsonarista do PSL.

Novo líder do PSL na Câmara, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL) conseguiu, por sua vez, impor um revés à oposição, com a convocação da presidente do PT.

Além de Eduardo, o senador Flávio Bolsonaro (PSL) também acompanhou a sessão da comissão nesta quarta-feira (23).

Aliados do presidente têm classificado a CPI como “terceiro turno das eleições” e “tribunal de exceção” contra Bolsonaro.

O colegiado convocou também outros nomes que podem causar desconforto ao governo, como os empresários Luciano Hang e Paulo Marinho, apoiadores de Bolsonaro; o secretário de Assuntos Internacionais do governo, Filipe Martins; o secretário de Comunicação da Presidência, Fábio Wajngarten; e blogueiros ligados ao governo, como Allan dos Santos.

PUBLICIDADE