Publicado em 23/09/2021 às 08h31.

CPI recebe suposto diretor da Precisa Medicamentos nesta quinta-feira (23)

Barroso concedeu a Trento o direito de permanecer em silêncio

Redação
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

 

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia recebe o sócio da Primarcial Holding e Participações, Danilo Trento, nesta quinta-feira (23). Ele é apontado pela CPI como suposto diretor da Precisa Medicamentos.

Danilo foi chamado para esclarecer sua relação com Francisco Maximiano, dono da Precisa Medicamentos, empresa que intermediou a compra da vacina contra a Covid-19 Covaxin, junto ao laboratório indiano Bharat Biotech e o Ministério da Saúde.

Documentos enviados pelo Ministério das Relações Exteriores à CPI revelaram que o valor negociado — de US$ 15 por dose pela Precisa para a compra da Covaxin — era 1.000% superior ao estimado pela farmacêutica em agosto de 2020.

Tanto a Primarcial, quanto a Primares Holding e Participações, que tem como Maximiano como sócio, possuem o mesmo endereço.

Segundo o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da Comissão, foram recebidas informações de que “Danilo e Maximiano viajaram juntos à Índia para as negociações em torno dos testes de covid e da vacina Covaxin”.

Na quarta-feira (22), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso concedeu a Trento o direito de permanecer em silêncio. Além disso, o empresário poderá comparecer ao depoimento com um advogado.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.