Publicado em 01/06/2021 às 15h24.

‘De médico audiovisual esse plenário está cheio’, diz Otto sobre Nise Yamaguchi

Oncologista presta depoimento na CPI da Covid nesta terça-feira (1º)

Matheus Morais
Foto: Rodrigo Aguiar/ bahia.ba
Foto: Rodrigo Aguiar/ bahia.ba

 

A médica oncologista Nise Yamaguchi, defensora do uso da Hidroxicloroquina no tratamento contra a Covid-19, foi questionada pelo senador baiano Otto Alencar (PSD), durante sessão da CPI da Pandemia, nesta terça-feira (1º), sobre a diferença entre um protozoário e um vírus, por exemplo.

O presidente do PSD baiano ressaltou ainda que a médica “não sabe nada de infectologia” e que “De médico audiovisual esse plenário está cheio”. “A senhora não soube nem explicar o que é um vírus. A senhora sabe de oncologia, não sabe nada de infectologia, não leu, não estudou, é tudo superficial”, criticou.

Os questionamentos do parlamentar causaram revolta nos senadores governistas, como Eduardo Girão, que saiu em defesa de Yamaguchi. “Aqui a gente espera educação. As persguntas estão constrangendo a convidada”, afirmou o senador.



Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.