Publicado em 27/05/2020 às 07h40.

Deputado baiano processa MBL e acusa movimento de divulgar fake news

"O grupo político, de forma baixa, utilizou um áudio para descaradamente deturpar fatos", disse Abílio Santana

Redação
Foto: Câmara dos Deputados
Foto: Câmara dos Deputados

 

O deputado federal pastor Abílio Santana (PL-BA) ingressou com um processo judicial contra o Movimento Brasil Livre (MBL), após uma publicação no site oficial do grupo, apontada pelo parlamentar como fake news.

A matéria afirma que o parlamentar estaria negociando o cargo da presidência da  Fundação Nacional de Saúde(Funasa) com o objetivo de obter vantagens. Posteriormente a matéria foi excluída do site.

A ação indenizatória por danos morais, acusa o grupo político, coordenado por Kin Kataguari, de divulgar uma mensagem de voz, atribuída a Abílio, para fazer acusações “infundadas e nitidamente tendenciosas”.

“O grupo político, de forma baixa, utilizou um áudio para descaradamente deturpar fatos e tentar sujar minha imagem, em ilações descabidas. Isso é crime e não vou deixar barato. Agora, vão ter que responder judicialmente, afirmou Abílio Santana .

O deputado ressaltou ainda seu posicionamento favorável ao presidente Jair Bolsonaro. “Sou bolsonarista declarado, e isso incomoda a muito gente. Não tenho telhado de vidro. E o nosso governo não se submete ao toma lá dá cá em nenhuma hipótese”, disse.