Publicado em 05/01/2019 às 19h20.

Deputado critica envio de PMs para ajudar crise no Ceará

"Um absurdo sem precedentes", disse Targino Machado, que sugeriu CPI na Assembleia Legislativa

Redação
Foto: Sandra Travassos/ AL-BA
Foto: Sandra Travassos/ AL-BA

O deputado estadual Targino Machado (DEM) criticou o governador Rui Costa (PT) por enviar policiais militares ao Ceará, que passa por crise de segurança pública e é governado pelo também petista Camilo Santana.

“Um absurdo sem precedentes. O governador Rui Costa resolve, por Decreto, enviar cem Policiais Militares do Estado da Bahia, utilizando-se de ônibus e viaturas oficiais em socorro ao colega governador petista do Ceará”, afirmou o democrata, em nota.

O parlamenta acusa o governo de ficar “desfalcado, em pleno verão, de cem policiais de elite, inclusive diversos oficiais.” “Qual a justificativa para isto, deixando-se de fora o desejo de ajudar o colega petista, até mesmo porque a União já está cumprindo este papel? Será que a vitória retumbante mexeu com o juízo do governador, fazendo-o imaginar-se dono da Bahia e, por último, ufanar-se de xerife do Nordeste?”, sugeriu.

Ele ainda sugeriu a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar o suposto “desvio de dinheiro público” do orçamento da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) por conta da medida.

Crise no Ceará – Desde quarta-feira (2) até este sábado (5), foram mais de 80 ataques em 25 cidades do estado. Criminosos queimaram veículos do transporte público, carros de particulares e concessionárias e atacaram prédios como bancos, delegacias e prefeituras.

PUBLICIDADE