Publicado em 14/02/2020 às 13h31.

Deputado do PSD: ‘já matei muita gente sim, mas eram todos bandidos’

Éder Mauro foi delegado de polícia no Pará, estado pelo qual foi eleito

Redação
Foto: Agência Câmara
Foto: Agência Câmara

 

Acusado de ter confessado assassinatos pelo deputado Glauber Braga (PSOL), durante audiência com o ministro Sergio Moro, o também deputado Éder Mauro (PSD) assumiu o fato.

“Ele me chamou de miliciano e eu disse que já matei muita gente sim, mas eram todos bandidos”, disse Éder ao site Congresso em Foco.

O deputado do PSD foi delegado de polícia no Pará, estado pelo qual foi eleito.

PUBLICIDADE