Publicado em 16/03/2016 às 14h57.

Deputado verde propõe ‘segunda sem carne’ e faz ‘quarta do sushi’

Quando era vereador, o “protetor dos animais” apresentou um projeto para proibir o “fornecimento de carnes e seus derivados” em estabelecimentos da cidade

Evilasio Junior
Fotos: Evilásio Júnior/bahia.ba
Fotos: Evilásio Júnior/bahia.ba

 

O deputado estadual Marcell Moraes (PV) foi flagrado nesta quarta-feira (16) pelo bahia.ba, na loja BR Mania do bairro Cidade Jardim, em Salvador, de hashi na mão a degustar um prato de sushis variados – com direito a salmão, camarão, polvo e outros frutos do mar.

Quando era vereador da capital baiana, o “protetor dos animais” – slogan que o elegeu para a Câmara Municipal e para a Assembleia Legislativa – chegou a apresentar um projeto de lei denominado “Segunda sem Carne” para proibir o “fornecimento de carnes e seus derivados” em “restaurantes, bares, escolas, refeitórios e estabelecimentos similares” em funcionamento na cidade. O descumprimento, conforme a matéria, implicaria em notificação, multa e até suspensão do alvará de funcionamento. (Veja a página 20 do Diário Oficial do Município de 9 de julho de 2013, disponível aqui)

Fotos: Evilásio Júnior/bahia.ba
Fotos: Evilásio Júnior/bahia.ba

 

Diz o verde em seu texto: “Comer carne pode até ser uma prática rotineira e/ou cultural, mas, por trás de um simples hábito, mesmo que alimentar, podem estar muitos problemas globais, sociais e pessoais”. Sobre a escolha do dia da semana, Marcell deixa claro que “pesquisas indicam que os restaurantes vegetarianos recebem mais clientes às segundas-feiras. Sendo assim, este pode ser o dia para tirar a carne do cardápio e com isso gozar de mais saúde, gerar um menor impacto ao meio ambiente e refletir sobre a maneira como os animais são criados e abatidos para gerar alimento”.

Fotos: Evilásio Júnior/bahia.ba
Fotos: Evilásio Júnior/bahia.ba

 

Como define a Sociedade Vegetariana Brasileira, “vegetarianismo é o regime alimentar que exclui todos os tipos de carnes”. Para quem não sabe, aves e peixes também são animais abatidos e o seu consumo é tão condenado pelos vegetarianos quanto a alimentação baseada em carnes de bovinos, ovinos e suínos.