Publicado em 01/02/2021 às 16h13.

Doria, Aécio Neves e FHC atuam para tentar manter PSDB no bloco de Baleia Rossi

Tucanos se reuniram na manhã desta segunda-feira (1) para tentar convencer os parlamentares do partido a manterem o apoio ao emedebista

Redação
Foto: Governo do Estado de São Paulo
Foto: Governo do Estado de São Paulo

 

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), o deputado federal Aécio Neves (PSDB-SP) e o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso (PSDB) se reuniram na manhã desta segunda-feira (1) para tentar convencer os parlamentares do partido a não saírem do bloco de apoio a Baleia Rossi (MDB-SP) que tenta assumir a presidência da Câmara Federal. Até a noite deste domingo (31), a decisão já estava praticamente definida para que a legenda passasse a ser neutra na disputa.

Doria tem grande interesse na eleição da Câmara porque tenta costurar alianças políticas para viabilizar a candidatura à presidência da República em 2022. A ideia do governador é manter viva a aliança com o DEM e MDB. Rossi é apoiado por Rodrigo Maia (DEM-RJ) e um racha no bloco não é nada interessante para as pretensões do tucano.

Baleia Rossi tem como principal adversário na disputa da cadeira o deputado Arthur Lira (PP-AL) que é aliado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e que seria o principal beneficiado em caso de divisão no DEM e PSDB.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.