Publicado em 13/09/2020 às 14h00.

Em vez de tratar de política, Eduardo Bolsonaro ataca Netflix

Parlamentar vê sexualização infantil no filme Lindinhas, ao invés de se posicionar sobre temas como pandemia, emprego e reformas

Adriano Villela

 

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

 

Em um momento que a política brasileira debate a pandemia de Covid-19, emprego, contas públicas e reformas, o deputado federal Eduardo Bolsonaro usou o twitter para falar do filme Lindinhas, da Netflix.”Meu repúdio a essa porta escancarada para a pedofilia!”, escreveu.

A patrulha do filho do presidente integra um movimento mundial contra a produção, que no sábado deixou a hashtag #CancelNetflix nos trending topics da rede social no sábado (12).

Lembra também o especial de Natal da mesa plataforma, que chegou a ser retirado do ar pela no Brasil pela Justiça. Na época, a sede da produtora que fez o especial foi atacada por coqueteis molotov. Acusado de ser o responsável pelo delito, o empresário Eduardo Fauzi foi preso há 10 dias.