Publicado em 18/05/2021 às 06h33.

Empresários que pediram reabertura criticam Bolsonaro por chamar de idiota quem fica em casa

Categorias do setor econômico dizem que ataque aos isolados não é a solução, pois "todos sabem que o vírus mata"

Redação
Foto: Marcos Corrêa/PR
Foto: Marcos Corrêa/PR

 

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) conseguiu arrancar críticas de mais um grupo de empresariados. Até mesmo os que pediam a reabertura das atividades econômicas passaram a criticar o presidente, que na segunda-feira (17) disse que “tem alguns idiotas que até hoje ficam em casa“.

Na análise de quem pede o retorno das atividades, a postura de ataque de Bolsonaro não é a solução para a dificuldade econômica em meio à pandemia de Covid-19. “De forma alguma podemos concordar com isso”, disse Fabio Aguayo, da Abrabar (associação de bares e casas noturnas).

Para o superintendente da Anamaco (que reúne as lojas de material de construção), Waldir Abreu, “todos sabem que o vírus mata”. “Continuamos trabalhando para atender as pessoas que ficaram em casa. Entendemos e respeitamos essa recomendação sanitária”, afirmou.

Presidente da Abrasel, associação que representa restaurantes de Campinas, Matheus Mason afirmou, segundo a coluna Painel, da Folha de S.Paulo, que o antagonismo e a politização atrapalham a saída da crise.

“Se tivéssemos uma melhor gestão e convergência das lideranças, as medidas adotadas, desde o isolamento social até a recente volta das atividades de eventos, teríamos tido uma melhor gestão da pandemia”.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.