Publicado em 10/07/2017 às 10h00.

Geddel completa uma semana preso e sem previsão de ser solto

Ex-ministro está preso desde a última segunda-feira (3), quando a PF cumpriu mandado em seu apartamento, em Salvador

Rodrigo Daniel Silva
Foto: Reprodução/ TV Globo
Foto: Reprodução/ TV Globo

 

O ex-ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima (PMDB), completa, nesta segunda-feira (10), uma semana preso em Brasília para onde foi transferido após ser conduzido pela Polícia Federal do seu apartamento em Salvador.

Na audiência de custódia na semana passada, o juiz federal Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara do Distrito Federal, prometeu reavaliar a prisão do peemedebista baiano após perícia no celular de Raquel Pitta, esposa do doleiro Lúcio Funaro, mas, segundo a defesa do ex-ministro, “não há dia específico”.

Ao bahia.ba, o advogado de Geddel, Gamil Föppel, contou que a defesa ainda não recorreu da decisão do magistrado aos tribunais superiores, onde se aposta uma possível reversão da preventiva.

Perguntado se acredita que o encarceramento do peemedebista é uma “perseguição política” ao presidente Michel Temer (PMDB), como acreditam os aliados, o advogado afirmou: “Isso eu não tenho condição de avaliar”, ao repetir que a detenção é “absolutamente ilegal e desnecessária”.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.