Publicado em 14/03/2018 às 14h16.

Gleisi contrapõe Rui: ‘Não queremos votos de quem apoiou impeachment’

Governador defendeu que o PT “virasse a página” do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff

Redação
Foto: Mateus Soares / bahia.ba
Foto: Mateus Soares / bahia.ba

 

Presidente nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann rebateu declaração feita pelo governador Rui Costa (PT), que defendeu que o PT “virasse a página” do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

“Nós queremos ou não o voto dessas pessoas para reconstruir o Brasil? Queremos”, argumentou Rui. Gleisi, no entanto, discorda frontalmente da ideia.

“O impeachment [da ex-presidente Dilma Rousseff] foi um golpe contra a democracia que não tem como ser apagado da história. Por isso, a gente não quer votos de quem apoiou o impeachment”, declarou a presidente do PT ao UOL.

A senadora também comentou a defesa feita pelo governador, em mais de uma oportunidade, de que o PT pode apoiar um candidato presidencial de outro partido, caso o ex-presidente Lula esteja impossibilitado de disputar a eleição.

“Essa é uma discussão que não está colocada para nós”, reiterou Gleisi. No entendimento da senadora, cogitar a hipótese de Lula fora do pleito é “convalidar a tese da inelegibilidade”.

PUBLICIDADE