Publicado em 06/07/2020 às 08h00.

Guedes afirma que governo fará ‘quatro grandes privatizações’ em 90 dias

Ministro não detalhou quais empresas serão vendidas, mas disse que governo vê nas subsidiárias uma "fonte de recursos"

Redação
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou no domingo (5) em entrevista à CNN Brasil, que o governo pretende fazer até quatro “grandes privatizações” em até três meses. Ele não revelou quais empresas serão vendidas.

Durante a entrevista, o ministro foi perguntado sobre a influência da aproximação entre o presidente Jair Bolsonaro e o centrão na previsão de que as empresas públicas sejam aparelhadas por aliados políticos. Guedes negou que esse risco esteja no radar do governo.

“Houve justamente esse questionamento: “Bom, agora que o presidente buscou o centro democrático, ou o centrão, isso agora vai exigir o aparelhamento das estatais?”. Não. Nós vamos fazer quatro grandes privatizações nos próximos 30, 60, 90 dias”, afirmou.

O ministro não detalhou quais empresas serão vendidas, mas disse que o governo vê nas subsidiárias uma fonte de recursos.

“Tem um arbusto que é uma empresa estatal, cheia de ativos valiosos. Subsidiárias da Caixa são um bom exemplo. Esse ano é um excelente ano para fazer um IPO grande: R$ 20, R$ 30, R$ 40, R$ 50 bilhões. Bem maior até que uma Eletrobras, por exemplo”, ressaltou Guedes.