Publicado em 13/05/2017 às 08h20.

Irmão de procurador da Lava Jato é advogado de João Santana

De acordo com a assessoria do Ministério Público Federal do Paraná, não há problema ético no caso, uma vez que os irmãos não atuam em nenhum processo juntos

Redação
Foto: Divulgação/ MPF-PR
Foto: Divulgação/ MPF-PR

 

Irmão do procurador Diogo Castor de Mattos, integrante da força-tarefa da Operação Lava Jato, Rodrigo Castor de Mattos é advogado de um dos delatores do esquema, o marqueteiro das campanhas de Lula e Dilma, João Santana.

De acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, o criminalista foi o responsável, inclusive, por enviar no último dia 17 uma procuração ao juiz Sérgio Moro para pedir a sua inclusão como representante legal do publicitário baiano em uma ação penal.

De acordo com a assessoria do Ministério Público Federal do Paraná, não há problema ético no caso, uma vez que os irmãos não atuam em nenhum processo juntos. Além disso, o acordo de colaboração premiada de Santana foi fechado no dia 8 de março “antes de o escritório Delivar de Mattos e Castor Advogados assumir a defesa do empresário, em 17 de abril”.

A polêmica sobre a participação de parentes em ações da Lava Jato foi iniciada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que pediu o impedimento do ministro Gilmar Mendes (STF) em casos ligados a Eike Batista.

PUBLICIDADE