Publicado em 23/03/2016 às 11h00.

Juca Ferreira pede que servidores contenham posições políticas

Ministro da Cultura divulgou carta avisando que “não são permitidas manifestações ou ações político-partidárias de qualquer natureza"

Redação
Foto: Divulgação/MINC
Foto: Divulgação/MINC

 

O ministro da Cultura, Juca Ferreira (PT), divulgou uma carta a todos os servidores alertando que “não são permitidas manifestações ou ações político-partidárias de qualquer natureza” no horário de trabalho e dentro das instalações do ministério.  Conforme a informação da colunista Mônica Bergamo, Juca diz que “os recentes acontecimentos políticos” fazem parte do “difícil momento da democracia brasileira”, mas que os funcionários não devem esquecer das regras do Código de Ética Profissional do Servidor.

Na carta, o ministro ainda ressalta que o limite da atuação política dos servidores em local e horário de trabalho “não é contraditório com plena cidadania e com a liberdade de expressão garantidas a todos os brasileiros no exercício de seus direitos sociais e individuais”, disse.

Vale lembrar que o próprio Juca assumiu publicamente posição contrária: “Contra o golpe e a favor da defesa da Democracia, do Estado de Direito e contra a corrupção”, como ele diz em seu perfil no Facebook.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.